People of Action

Utentes da Obra da Criança receberam 20 computadores para um ano letivo em pleno

Projeto “Todos pela Marinha” travou efeitos da covid-19

Utentes da Obra da Criança receberam 20 computadores para um ano letivo em pleno

No início do ano letivo 2020/21, o Rotary Club de Ílhavo e a CIVILRIA procederam à entrega de computadores portáteis e dos respetivos sistemas operativos a todos os utentes da Obra da Criança em idade escolar.

Esta iniciativa resultou de uma parceria estabelecida entre as duas instituições, celebrada no quadro do cancelamento da Rota do Bacalhau 2020, a mais mediática das organizações anuais do Rotary Clube de Ílhavo que em 2020 não pode realizar-se em virtude dos limites impostos pela crise sanitária emergentes da covid-19.

A Rota do Bacalhau tem constituído, desde a primeira edição, um instrumento de promoção dos ideais Rotários e de afirmação dos valores do movimento na Comunidade ilhavense, convocando a cada ano centenas de voluntários e atletas que vestem com orgulho esta camisola em prol da Obra da Criança.

O seu cancelamento em 2020 não impediu, contudo, o clube de procurar alternativas na captação de receitas que lhe permitam continuar a apoiar aquela instituição, nomeadamente na disponibilização de uma ferramenta de trabalho essencial para enfrentar os desafios da aprendizagem e do trabalho escolar nestes novos tempos em que o ensino tende a processar-se cada vez mais por meios eletrónicos. Os computadores oferecidos e as licenças dos respetivos sistemas operativos tem um valor estimado de € 5000.

Projeto “Todos pela Marinha” travou efeitos da covid-19

Quando a pandemia chegou a Portugal ninguém sabia o que esperar. O confinamento geral, em março, fechou famílias em casa e reduziu, a muitas delas, o rendimento mensal. Confrontado com o aumento de necessidades imediatas da comunidade, o Rotary Club da Marinha Grande pôs mãos à obra, reuniu apoios e distribuiu bens alimentares a quem mais precisava.

Como forma de promover a causa e angariar apoio, o clube contou com a ajuda incondicional de um conjunto de personalidades e figuras públicas do concelho da Marinha Grande que se juntaram a esta causa, entre os quais, os humoristas Jorge Mourato e Marco Horário. Em pequenos vídeos, divulgados nas redes sociais, as personalidades elogiavam a causa, apontavam as necessidades a colmatar e incentivavam a participar.

Todo o projeto está suportado numa página online – todospelamarinha.com -, que congrega os pedidos de ajuda, mas também a vontade de quem quer ajudar. O desenvolvimento das ações são também visíveis no Facebook e tem como parceiros a rádio e o jornal locais, que asseguram a sua divulgação.

Nas primeiras duas semanas, foram apoiadas 27 famílias, num total de 89 pessoas. Uma semana depois, os números continuavam a subir e o apoio estendia-se a 108 pessoas. A maioria necessitava de bens alimentares. Com a generosidade de muitas empresas e da população, os alimentos angariados nas primeiras duas semanas chegaram a 320 quilos de produtos. O projeto começou em maio e tinha como data para término dezembro de 2020. No entanto, as solicitações continuaram a ser muitas e o clube mantém, ainda, a iniciativa.